Seguro Viagem para a Europa é obrigatório? Saiba como contratar e qual o melhor

Por:
Nomad
14/5/2024
|
Atualizado em
29/2/2024
15 min de leitura

Viajar para a Europa pede uma certa preparação: definir o roteiro, escolher a melhor época do ano, comprar Euros ou ter um cartão internacional para facilitar as compras, garantir que o passaporte esteja em dia e, claro, contratar um seguro viagem para a Europa. Além de ser uma obrigação para determinados países (a gente fala mais disso neste artigo), o seguro viagem traz tranquilidade para sua estadia europeia.

Por mais que a sua saúde esteja em dia, os países europeus têm um clima diferente. Caso você fique doente em pleno inverno ou tenha uma crise alérgica na primavera, o seguro viagem possibilita que você não tenha gastos extras com médicos ou hospitais. Mas como garantir um seguro viagem Europa? Neste post, contamos tudo o que você precisa saber, da obrigatoriedade à contratação e vantagens. Vamos lá?

É obrigatório ter seguro para viajar para a Europa?  

Com o Tratado de Schengen, brasileiros que viajam à Europa por até 90 dias devem contratar um seguro viagem com cobertura mínima equivalente a € 30 mil. Ou seja, é obrigatório. 

Em se tratando dos países que fazem parte do Tratado de Schengen, vale dizer que os brasileiros não precisam de visto para a viagem, mas, além do seguro, devem estar com um passaporte com mais de 6 meses de validade, ter um comprovante de hospedagem e passagem de ida e volta. 

Além do seguro viagem Europa e os documentos de identificação, é necessário obter uma autorização eletrônica emitida pelo Sistema Europeu de Informação e Autorização de Viagem (ETIAS). 

Turistas brasileiros com mais de 18 anos precisam solicitar a autorização do ETIAS para viajar para os destinos do Tratado de Schengen. Para isso, o viajante deve ter passaporte válido, responder às questões de segurança e pagar uma taxa. 

Lembrando que o Tratado de Schengen é composto pelos seguintes países: 

  • Alemanha
  • Áustria
  • Bélgica
  • Dinamarca
  • Eslováquia
  • Eslovênia 
  • Espanha
  • Estônia
  • Finlândia
  • França
  • Grécia
  • Holanda
  • Hungria
  • Islândia
  • Itália
  • Letônia
  • Lituânia
  • Listenstaine
  • Luxemburgo
  • Malta
  • Noruega
  • Polônia
  • Portugal
  • República Checa
  • Suécia
  • Suíça

Quanto custa um seguro viagem Europa? 

Você pode adquirir um seguro viagem para a Europa a partir de R$ 11 ou R$ 14 por dia. Mas o mais importante não é o preço que você vai pagar, e sim a cobertura que o seguro oferece. Como falamos, o mínimo de cobertura exigido é de € 30 mil.

Entre os pontos mais relevantes, vale verificar a cobertura médica, hospitalar e odontológica, o suporte em caso do extravio de bagagem, o regresso sanitário, os gastos por atrasos de voo e o suporte para gestantes. 

Além disso, optar por um seguro viagem Europa que preste atendimento em português pode facilitar bastante os casos de emergência. 

Existe seguro viagem Europa com cobertura para COVID-19? 

Dependendo do tipo de seguro viagem para a Europa que você contratar, pode ser que não exista cobertura para casos de COVID-19.

Por isso, na hora de fazer a escolha, verifique se existe cobrança adicional caso você precise de proteção para situações relacionadas ao coronavírus. 

Qual é o melhor seguro viagem para a Europa? 

Mais do que mencionar opções de seguro viagem Europa, vamos mostrar a você os elementos que tornam um seguro verdadeiramente eficaze. Portanto, antes de tomar uma decisão, garanta que ela ofereça os seguintes itens: 

Danos à bagagem

Está relacionado ao pagamento de despesas referentes a danos ocasionados às suas malas durante a viagem, desde que sob a responsabilidade da Companhia Aérea ou Marítima e devidamente comprovados. 

Extravio de bagagem

É o pagamento do valor contratado no caso de extravio, roubo, furto simples ou destruição total da bagagem pela empresa aérea ou marítima, dentro do período de vigência da Viagem Segurada. 

Cobertura por morte acidental

É o pagamento do valor contratado em caso de morte acidental da pessoa segurada durante o período da viagem.

Despesas médicas, hospitalares e/ou odontológicas 

É o reembolso de despesas médicas, hospitalares e/ou odontológicas realizadas para o seu tratamento sob orientação médica, em caso de acidente pessoal ou doença ocorrida durante o período da viagem. 

Traslado médico

Essa taxa cobre as despesas com a remoção ou transferência do paciente de uma clínica ou hospital que não tenha condições de atendimento necessário até uma clínica ou hospital mais próximo e apto a atender suas necessidades. 

Se for requisitado pelo médico mais de uma remoção, também haverá cobertura. 

Proteção para situações associadas ao coronavírus

Por mais que um seguro viagem inclua despesas médicas e hospitalares, não são todos que fazem cobertura para casos ou suspeita de COVID-19. É por essa razão que vale optar por um que trate de necessidades associadas ao coronavírus. 

Remarcação de passagem para regresso

Cobre as diferenças de tarifa para remarcação de bilhete aéreo, caso você precise antecipar ou adiar sua volta na data programada, em razão de acidente ou doença coberta. 

Invalidez permanente total ou parcial por acidente

Esse é o pagamento do valor contratado relativo à perda, redução ou incapacidade funcional definitiva, total ou parcial, decorrente de acidente. 

Cancelamento de viagem

Consiste no reembolso das despesas decorrentes do cancelamento da viagem, como multas, diferenças tarifárias ou valores não reembolsados pela companhia aérea, caso você não possa viajar devido a doença, acidente ou falecimento, seja da pessoa segurada ou de algum familiar. 

Interrupção de viagem

É o reembolso das despesas aéreas resultantes da interrupção da viagem, caso você não consiga contemplá-la devido a doença, acidente ou falecimento de um membro da sua família. 

Traslado de corpo

Consiste no reembolso de despesas com a liberação e o transporte do corpo do segurado do local da ocorrência do falecimento até o domicílio ou local do sepultamento. 

Regresso sanitário

Esse item é caracterizado pelo pagamento de reembolso das despesas com o traslado de retorno ao local de origem da viagem ou ao domicílio, caso você não se encontre em condições de retornar como passageiro regular por motivo de acidente ou doença. 

Hospedagem após alta hospitalar 

Cobre as despesas com a hospedagem em hotel após ter recebido alta hospitalar, se o repouso tiver sido prescrito pelo médico que o atendeu e autorizou a alta. 

Fisioterapia

Reembolso de despesas com o tratamento fisioterapêutico necessário após atendimento emergencial durante o período da viagem – caso tenha sido prescrito pelo médico. 

Despesas farmacêuticas

Cobertura complementar ao atendimento de Despesas Médicas, Hospitalares e Odontológicas, incluindo despesas com medicamentos prescritos durante e/ou após o atendimento emergencial do segurado. 

Despesas jurídicas

Necessário para cobrir as despesas com os honorários de um advogado, dentro do período de viagem, caso a pessoa segurada venha a se envolver em alguma situação, inclusive com terceiros, que precise de uma intermediação legal. 

Pagamento de fiança

Cobertura das despesas com o pagamento de fiança devido à ordem de prisão ou detenção indevida da pessoa segurada durante a viagem. 

Perceba que alguns dos casos de cobertura são bem específicos, mas ainda assim são necessários, evitando dores de cabeça no futuro, tanto para quem viaja quanto para a família de quem fica no Brasil. 

Qual o valor mínimo do seguro viagem para a Europa?

Um bom seguro viagem pode ser adquirido a partir de R$ 11 por dia. Mas o preço depende de vários fatores, desde a seguradora escolhida, até a cobertura oferecida. Com isso, uma boa pesquisa de custos é recomendada. 

Além disso, o seguro Europa depende da duração da viagem, do destino específico e das necessidades do viajante. Para conhecer os países do Acordo Schengen, é necessário contratar uma cobertura médica e hospitalar de, no mínimo, € 30 mil.

  • Vital Card: R$ 200,30
  • Coris: R$ 261,09
  • My Travel Assist: R$ 169,83

Onde comprar seguro viagem para Europa?

É possível contratar esse serviço por meio dos sites das seguradoras, agências de viagem ou comparadores de seguros. 

Em sites comparadores de seguro viagem

Os comparadores são plataformas que reúnem várias seguradoras em um só lugar. Entre eles, está o Seguro Promo, que disponibiliza as melhores seguradoras, uma ampla variedade de cobertura e planos para todos os bolsos e perfis de viajante.

Outras opções incluem a Real Seguro Viagem e a Compara Online, que também oferecem boas seguradoras, preços competitivos e planos que atendem as exigências da Europa. 

No site das seguradoras

Se preferir, é possível contratar diretamente com a seguradora, utilizando o site oficial da Allianz Travel, Assist Card, Coris, Vital Card, Ita Travel ou qualquer outra seguradora de sua escolha. 

Caso você tenha um cartão de crédito que ofereça seguro viagem como benefício, também é uma opção viável. Mas é bom lembrar de verificar a cobertura oferecida e a reputação desse seguro viagem gratuito. 

Contrate um seguro viagem Europa e viaje com tranquilidade

Em geral, a gente se preocupa muito com a conversão de Real para Euro, com a compra de Euros, a segurança na hora de levar dinheiro na viagem, mas não se importa tanto com o seguro viagem para a Europa. 

Portanto, a dica é normalizar a busca por um seguro que seja realmente eficiente e permita que você viaje com toda tranquilidade. Lembrando que o seguro deve cobrir desde o primeiro dia de viagem, incluindo o dia de embarque.

Viajar é uma terapia e fica ainda mais prazeroso quando você se cerca de todos os cuidados. E já que falamos em dinheiro e segurança, entenda os benefícios de ter um cartão de débito em dólar!

Compartilhe: