Conta internacional: o que, como funciona e como abrir uma

Por:
Nomad
5/12/2023
|
Atualizado em
5/12/2023
15 min de leitura

Se você viaja com frequência para o exterior, abrir uma conta internacional é essencial para fazer compras com maior liberdade. Já pensou em uma viagem em que você não precise se preocupar com câmbio e IOF do cartão de crédito? Além de passeios, você tem a oportunidade de assinar serviços de outros países de forma recorrente em dólar, por exemplo.

O mercado de bancos digitais já avançou bastante nesse sentido e há diversas opções para você abrir sua conta internacional e aproveitar todos os benefícios de ter uma. Mas será que vale a pena mesmo? Confira neste artigo o que é, como funciona e a melhor opção para abrir a sua.

O que é uma conta internacional?

Basicamente, uma conta internacional é uma conta bancária que permite a realização de transações financeiras em diferentes países. Assim, você consegue receber e realizar transferências internacionais, investimentos, pagamentos e compras em diferentes moedas estrangeiras.

Outro benefício de ter essa conta é a possibilidade de realizar saques em caixas eletrônicos no exterior sem pagar taxas elevadas pelas transações. Para quem prefere não usar dinheiro em espécie nas viagens, é possível optar por um cartão físico para usar em estabelecimentos comerciais.

Geralmente, as transações em contas internacionais são baseadas no dólar comercial, que tem um valor mais baixo do que o dólar turismo, ajudando você a economizar em viagens no exterior. 

As únicas cobranças para o uso da conta são o IOF e a taxa operacional, incidente apenas quando há transferência de moeda nacional para estrangeira.

Vale a pena ter uma conta internacional?

Ao contrário de uma conta-corrente padrão, o grande benefício da conta internacional está no fato de todas as transações serem feitas em moeda estrangeira. 

Então, se você viaja com frequência para o exterior ou faz muitas compras em dólar, ter uma conta internacional vale muito a pena!

Veja alguns dos serviços que a conta internacional oferece e que facilitam  sua rotina.

Câmbio comercial

Quando vamos realizar câmbio de moedas estrangeiras, existem duas cotações: comercial e turismo, sendo a última com taxas maiores.

Em uma conta internacional, você consegue converter moedas seguindo o câmbio comercial, que tem um valor menor e exige menos taxas para realizar a operação.

Cartão de débito internacional

Ao ter uma conta internacional, você também terá um cartão de débito atrelado à conta. Ele pode ser usado em compras em moeda estrangeira sem pagar IOF toda vez que fizer uma transação, como acontece em uma conta-corrente comum.

O cartão de débito é uma das principais formas de realizar pagamentos no exterior. Com ele, você também consegue fazer saque de dinheiro em espécie, em caso de alguma emergência.

Investimentos internacionais

Uma das transações que você pode realizar com a conta internacional são os investimentos. Eles são feitos, geralmente, em dólar e são uma ótima forma de valorização do seu patrimônio, principalmente em momento de alta da moeda americana em relação ao real.

Com isso, você pode investir diretamente na Bolsa de valores americana e em ativos de renda fixa com segurança, com a garantia do Securities Investor Protection Corporation (SIPC). Ele dá direito a uma indenização de até 500 mil dólares por cliente, caso aconteça algo com o banco.

Qual o melhor banco para abrir uma conta internacional?

O melhor banco para abrir uma conta internacional é aquele que atende às suas necessidades e oferece poucas taxas. Você deve avaliar a quantidade de serviços oferecidos e comparar analisando o custo-benefício. Considere cartão de débito, tarifas reduzidas e fechamento de câmbio, para ter certeza de que é simplificado e ágil.

A seguir, vamos apresentar algumas opções com seus prós e contras. Confira.

1. Conta internacional Nomad: completa, sem taxas abusivas e simplificada

A conta internacional Nomad é a melhor opção para brasileiros que desejam ter uma via financeira global. Um dos grandes atrativos é a ausência de taxas de abertura, inatividade, manutenção e transferência entre clientes da fintech.

Você ainda tem acesso a um cartão de débito virtual, que é compatível com carteiras virtuais. Mas também pode pedir uma versão física, que é aceita em mais de 180 países.

Nós oferecemos um cartão internacional que permite fazer saques em caixas eletrônicos na moeda do país em que você está. Isso evita que você tenha que carregar muito dinheiro em espécie em suas viagens.

Outros destaques importantes da nossa análise são:

  • Parcelamento de compras em até 9 vezes
  • Realização de investimentos, com garantia de até US$ 250 mil do FIDC
  • Sem necessidade de aporte mínimo para abrir a conta global Nomad
  • Spread de até 2%, que pode diminuir para 1% no programa de fidelidade Nomad Pass
  • Conta internacional para pessoas jurídicas
  • Todas as operações podem ser feitas pelo app

2. Conta internacional Wise: aceita em vários países

Anteriormente chamada de TransferWise, a Wise conta internacional é focada em transações e transferências internacionais. A empresa é do Reino Unido e funciona globalmente, mas nós encontramos algumas limitações.

A conta tem abertura gratuita e o cartão é aceito em 170 países. No total, são oferecidas 40 moedas para as transações financeiras e elas podem ser armazenadas em carteira virtual.

Por outro lado, a conta cobra tarifas em várias operações. Por exemplo, o cartão Wise internacional tem taxa de saque adicional de R$ 6,50 a cada transação e de R$ 6,50 + 1,75% por operação em valores superiores a R$ 1.400.

Também tem uma taxa de serviço de 0,41%, informada antes da operação. E não existe a possibilidade de fazer investimentos, segundo nossa verificação.

Na sua escolha entre Nomad ou Wise, portanto, você precisa considerar algumas questões. A segunda exige saldo em moeda local para fazer as operações de saques e compras. Já a primeira trabalha somente com dólares, mas você pode utilizar em todos os locais.

A Nomad ainda oferece um rol de serviços mais completo e mais benefícios. Essa é a nossa recomendação.

3. Conta internacional XP: limitada e com muitas taxas

A conta internacional XP foi lançada para que os clientes da corretora de valores pudessem investir no exterior. Esse é o foco do serviço, apesar de serem ofertadas outras funcionalidades, como mostrou nossa análise.

Isso é tão relevante que a conta internacional só pode ser aberta se o cliente da XP atender aos seguintes requisitos:

  • Ser pessoa física
  • Morar no Brasil
  • Ter perfil de investidor
  • Ter um patrimônio de R$ 10 mil ou mais entre saldo em conta e produtos de investimento
  • Ter as contas digital e de investimentos ativas na XP

Esse já é um ponto negativo, mas nossa comparação verificou que também existem as taxas. A de câmbio é de 2,25% sobre o spread. Ainda tem 0,38% de IOF e outros custos operacionais. Quanto à corretagem, a cobrança varia de US$ 1 a US$ 8,60, dependendo do valor negociado.

Saiba que a conta também oferece o cartão XP internacional. Ele tem saldo dolarizado, cobertura pelo FDIC e versões física e digital.

Mas nós precisamos apontar os pontos negativos. Eles são o IOF de 5,38% no caso de compras no exterior e cobrança de R$ 25 por saque em outros países, além da conversão por uso internacional do cartão, que equivale a 5% + IOF.

4. Conta internacional C6: cara e faz operações somente em dólar ou euro

A conta internacional C6 é outra que vale a pena conhecer, por isso, está na nossa lista. Com ela, você faz envio de dinheiro ao exterior e transferências, e tem acesso a cartões de débito e crédito. Também existe a possibilidade de investir em outros países.

Nossa verificação percebeu que você pode ter apenas a conta nacional ou solicitar a global. No segundo caso, precisa escolher se deseja em euro ou dólar para ter acesso ao cartão de débito específico.

Um ponto negativo é o prazo de até 2 dias úteis para as transferências internacionais e o spread nas operações de câmbio. Ele é de 2% para dólar e 2,5% para euro. Ainda tem uma taxa de abertura de US$ 10.

Verificamos ainda que o cartão de débito internacional também cobra uma taxa equivalente a US$ 30. A isenção dessa e de outras tarifas é válida somente para os seguintes casos:

  • Usuário do cartão C6 Carbon Mastercard Black
  • Investimentos pelo app em Certificados de Depósito Bancário (CDBs) que totalizam R$ 20 mil ou mais
  • Usuário do cartão C6 ou C6 Platinum com realização de câmbio inicial de US$ 100 ou € 100 até 10 dias depois da abertura da conta.

Outra desvantagem é que, em caso de inatividade por 12 meses, você tem que pagar US$ 10. Sem contar que as operações são feitas somente em euro ou dólar.

5. Conta internacional Inter: interessante, mas com limitações

Exclusiva para clientes do banco, a conta internacional Inter tem alguns benefícios. Nossa análise percebeu a ausência de taxa de manutenção, a possibilidade de fazer saques gratuitos de até US$ 500 por dia nos EUA e a oferta de transferências de valores gratuitas para outras contas americanas.

Mas ela também tem pontos negativos. Começamos pelo fato de ela utilizar somente dólares e funcionar apenas nos países que aceitam a moeda americana. Nesse caso, é preciso usar o cartão de débito, que faz a conversão automática.

Destacamos, ainda, que a disponibilidade de moedas é limitada, porque se restringe às mais comuns. As taxas também tendem a não ser as melhores do mercado e há limitações para o valor de transferências e recebimento de valores.

Pela rede Automated Clearing House (ACH), por exemplo, os limites são de US$ 1.000 por operação e de US$ 2.000 por dia para o envio de dinheiro.

6. Conta internacional Nubank: parceria para funcionar

Verificamos que a conta internacional Nubank, na verdade, ainda não está disponível. O banco vem com o atrativo de pouca burocracia, mas só permite fazer compras no exterior com o cartão, o que leva ao pagamento de um IOF mais alto, de 5,38%.

Então, por que está na lista? Basicamente, porque o Nubank fez uma parceria com a Remessa Online para enviar e receber dinheiro do exterior. Então, achamos válido incluir.

A questão é que as taxas válidas para as operações são da Remessa Online. Tem um spread que começa em 1,2% e uma tarifa externa de R$ 5,90 ou mais, dependendo do caso. Ou seja, são vários detalhes que você precisa analisar.

Como existe essa parceria, as operações acabam sendo um pouco burocráticas. Isso não acontece com uma conta global como a da Nomad. 

7. Conta internacional BS2: muitos serviços, mas cuidado com a segurança e as taxas

A conta internacional BS2 está disponível para pessoas físicas e jurídicas. Identificamos que não é preciso ser correntista do banco para fazer a solicitação e ter acesso a todos os recursos.

Uma vantagem é a isenção de tarifas de manutenção, abertura e transferências entre contas internacionais do BS2. Nos caixas eletrônicos da rede Cirrus, é possível fazer saques. Ainda há conversão de moedas a qualquer hora do dia, segundo mostrou nossa análise.

Percebemos que o cuidado necessário é com as taxas de serviço. Por exemplo, pode incidir uma tarifa de saque e outra do caixa eletrônico. A conta internacional também não tem proteção do FDIC, o que aumenta os riscos das transações financeiras.

Como ter uma conta internacional gratuita?

Você pode ter uma conta internacional gratuita escolhendo uma opção que ofereça isenção de tarifas. A Nomad oferece uma vida financeira global com ausência de taxas de abertura, manutenção e outras. Ou seja, é uma alternativa zero tarifas desnecessárias, sem pegadinhas.

Nesse caso, você pode fazer a solicitação de abertura baixando o app e apresentando os documentos exigidos. É bem rápido, prático e sem burocracia.

Como abrir conta internacional estando no Brasil?

Para abrir conta internacional estando no Brasil, você precisa enviar os documentos solicitados, o que pode ser feito por app. Normalmente, é um documento pessoal (como o passaporte), extrato bancário e comprovante de residência. Na Nomad, precisa apenas de RG, CNH e passaporte brasileiro.

Escolha a conta internacional que melhor atenda às suas necessidades. Analise as opções disponíveis e verifique  benefícios, descontos, taxas cobradas, prazos para transações, cotação de câmbio e outras características relevantes. 

Verifique também as moedas aceitas e os recursos disponíveis, como possibilidade de saque no exterior e cartões de débito e crédito internacionais.

Ao escolher a instituição, preencha o formulário de abertura de conta com seus dados pessoais, incluindo nome completo, país e data de nascimento, CPF, endereço de e-mail, número de telefone, endereço e documento pessoal com foto válido. Os documentos podem ser enviados diretamente pelo aplicativo.

Depois de enviar as informações, será necessário passar por um processo de verificação de identidade, que pode ser feito por meio de uma selfie. 

Aguarde a aprovação da abertura da conta, que pode levar alguns dias. Certifique-se de verificar o tempo estimado antes de escolher a instituição.

Como funciona a conta internacional da Nomad?

Se você quer uma conta internacional que permite enviar e fazer transferências, pagamentos em lojas físicas e virtuais, investimentos e saques gratuitos em dólar, a Nomad é a escolha perfeita!

A abertura da sua conta é digital, com um cartão de débito internacional aceito em mais de 180 países. Além disso, você terá em uma única conta:

  • Possibilidade de comprar em lojas físicas e virtuais do exterior, assim como realizar pagamentos e assinaturas de serviços digitais
  • Saque em dinheiro quando quiser
  • Economia de até 10% nas compras
  • Recebimento de dólar em qualquer lugar do mundo
  • Transferências entre contas Nomad ou americanas
  • Câmbio comercial, com 1,1% de IOF
  • Segurança, com proteção de até US$ 250 mil garantida por instituições financeiras dos EUA
  • Cartão de débito internacional em versões física e virtual
  • Isenção de taxas de abertura, manutenção, saldo mínimo, transferência entre contas Nomad, anuidade do cartão e transações no cartão Nomad
  • Suporte em português

Com a Nomad, você tem a possibilidade de investir em dólar, por meio de uma plataforma completa que dá acesso ao mercado de ações americano. Isso permite que você diversifique sua carteira de investimentos, aplique seu dinheiro sem intermediários e isente a taxa de corretagem.

A conta Nomad oferece ainda a possibilidade de fazer operações em moedas diferentes do real e do dólar, com conversão automática. Ideal para você viajar sem precisar levar moeda em espécie e fazer compras sem pagamento de IOF.

E, para deixar suas viagens internacionais ainda mais confortáveis, clientes da Nomad têm acesso a uma Sala VIP exclusiva no Aeroporto de Guarulhos, o Nomad Lounge, com área de descanso, bar e café, Wi-Fi, ar-condicionado e localização privilegiada, a 3 minutos de qualquer portão de embarque.

Abra sua conta global na Nomad!

Quer acesso a todos os benefícios de ter uma conta global na Nomad? É muito simples! Basta seguir o passo a passo abaixo:

  1. Baixe o aplicativo da Nomad no seu dispositivo Android ou iOS
  2. Comece o processo de abertura de conta e coloque os dados solicitados
  3. Envie o documento com foto
  4. Faça uma selfie seguindo os passos da tela

Agora é só aguardar a validação dos seus dados, que leva até 1 dia útil. Depois basta usar sua conta digital da Nomad e aproveitar todos os recursos disponíveis no app. Movimente seu dinheiro em dólar com isenção de taxas, pagando o valor comercial, IOF mais baixo e conversão automática.

Você também já poderá solicitar seu cartão de débito internacional, que poderá ser usado para compras e assinaturas de serviços em dólar. Além disso, você pode começar a investir diretamente na Bolsa de valores dos Estados Unidos, comprando ativos das maiores empresas do mundo e protegendo seu patrimônio.

Comece agora a abertura da sua conta global e viva uma experiência financeira global!

Compartilhe: