Investir na Bolsa é o objetivo de muitos brasileiros e brasileiras que desejam diversificar os seus investimentos, ampliar a carteira e aumentar a rentabilidade de seu patrimônio. Mas, antes mesmo de começar, muita gente desiste por achar complexo ou por acreditar que não tem capital suficiente para comprar ações.

Além disso, muitos acreditam que vão perder todo o seu dinheiro, que não vão conseguir acompanhar o desempenho e informações do mercado, e até mesmo por não saber onde aplicar um investimento, nem por qual parte começar.

Um jeito prático para iniciar sua jornada na Bolsa são os chamados ETFs. Mas calma, essa não precisa ser mais uma sigla difícil para confundir você. Trata-se de um fundo de índice que oferece uma opção de investimento interessante para aqueles que querem começar a investir na Bolsa de maneira diversificada, com baixo custo e um risco relativamente menor.

O que é um ETF?

ETF é a sigla em inglês para Exchange Traded Fund, também conhecido como Fundo de Índice. Ou seja, é um fundo de investimento negociado diretamente na Bolsa de Valores como se fosse uma ação. Esse fundo, em geral, acompanha ou replica a composição de índices de ações, de ativos de renda fixa, de commodities, etc. 

E o que isso significa?

Isso quer dizer que o investidor não escolhe as ações de uma determinada empresa, mas ele investe em uma cesta de ações que compõem o índice que o ETF vai replicar. Por exemplo, as ações do S&P500, Nasdad 100, o Ibovespa, o Índice Brasil, entre outros.

Como funciona?

Um ETF é composto por uma série de ativos financeiros, que são selecionados de maneira a acompanhar a performance do índice que ele replica. Por exemplo, se o índice Ibovespa se valorizar, o ETF que replica esse índice deve se valorizar na mesma proporção, descontando os custos de administração. 

Por que investir em ETF?

Os ETFs podem ser atraentes como investimentos em razão de seus baixos custos, alta liquidez e da possibilidade de diversificação por meio de um único ativo. Além disso, os ETFs têm taxas de administração bem menores que os fundos de investimento tradicionais e são administrados por grandes e renomadas gestoras do mercado financeiro. 

Como investir?

A pessoa investidora pode comprar uma cota de participação nesse fundo diretamente na bolsa de valores, da mesma forma que compra uma ação. Para isso, cada ETF possui um ticker (código de negociação na Bolsa), que você utiliza para negociá-lo no seu Home Broker. 

Leave a Reply

8 − cinco =