Os videogames são divertidos, sociais e cada vez mais competitivos. Desde seu início, nos fliperamas dos anos 80, a indústria games tem visto um crescimento década após década, sempre se reinventando e pensando no que inovar. Além de consoles cada vez mais modernos e interativos, com a internet surgiram os eSports, torneios de videogame nos quais legiões de fãs assistem seus jogadores favoritos competirem por meio de serviços de streaming ou eventos ao vivo.

De acordo com Andrew Wilson, CEO da Electronic Arts (EA), desenvolvedora e distribuidora de jogos eletrônicos, o “videogame é o maior meio de entretenimento e o que mais cresce no mundo por uma grande margem”. Ele está certo. Em um novo relatório, a Accenture, consultora global de gestão, tecnologia da informação e outsourcing, estimou que o valor da indústria de games ultrapassa US$ 300 bilhões, mais do que as indústrias de filmes e música juntas. Confira outros números:

Confira três razões para incluir o setor de gaming nos seus investimentos:

1. Importância do setor
Com o crescimento da adoção de jogos no celular e a busca por experiências sociais, a indústria de videogames ganhou 500 milhões novos usuários nos últimos três anos. A pandemia da covid-19 também teve um papel importante nesse crescimento.

2. Novas tecnologias e sociabilidade estão impulsionando a indústria
A tecnologia tem um importante papel na venda de videogames. Esse é um dos fatores fundamentais por trás do crescimento do setor. Por que as pessoas seguem comprando novas versões de jogos que elas já jogaram e venceram várias vezes? Pela melhoria gráfica e mudança no enredo. Fabricantes de chips, como Nvidia e Advance Micro Devices, lançam periodicamente novas placas gráficas.

A interação dentro da comunidade virtual de jogadores também faz com que os videogames sejam uma das redes sociais que mais crescem. Isso contribui para que a indústria evolua rapidamente de vendedora de jogos para fornecedora de experiências.

3. Gaming e eSports estão se tornando mais rentáveis
Gaming está se tornando mais do que um serviço. Nos últimos 10 anos, a indústria migrou para estratégias digitais de distribuição para aumentar sua margem de lucro. Agora, ela consegue gerar receitas durante todo o ano, enquanto no passado dependia do lançamento de um ou dois jogos. Graças ao desenvolvimento de novas tecnologias, as empresas vendem seus jogos on-line, diminuindo custos de distribuição de produtos físicos. Os eSports também só crescem: assim como esportes tradicionais, os times têm donos, franquias, patrocínios e prêmios financeiros nos torneios, tudo contribuindo para a receita anual das empresas e a constante valorização das marcas.

Por que investir em Gaming com a Nomad?
A carteira temática Gaming da Nomad investe em empresas envolvidas em toda a indústria de games, incluindo eSports e serviços que apoiam o setor. A exposição é atingida com uma combinação de ações individuais e ETFs. rigorosamente selecionadas. Realizamos constantemente um rebalanceamento dos ativos para garantir sempre a melhor alocação, com uma análise extensiva da evolução de gaming com o objetivo de minimizar a volatilidade dos investimentos e minimizar custos.

Leave a Reply

13 + 19 =