O dólar americano ocupa uma posição de destaque entre as moedas mais fortes do mundo, graças à solidez da economia estadunidense. Por essa razão, muitos brasileiros buscam por investimento em dólar.

Em períodos de crise, especialmente, essa é uma forma de garantir a segurança do patrimônio e manter uma boa rentabilidade.

Neste artigo, vamos abordar quais são as principais opções de investimento em dólar, seus benefícios e o que você deve levar em consideração ao fazer esse tipo de aplicação. Acompanhe!

O que é investimento em dólar?

O investimento em dólar consiste, basicamente, em aplicar dinheiro na moeda norte-americana, que ocupa o posto de referência monetária mundial e é mais forte e estabilizada que o real brasileiro. 

Essa é uma alternativa que evita perdas críticas no patrimônio do investidor causadas por instabilidades e crises na economia brasileira, como inflação, desvalorização da moeda nacional, cenário político em crise, entre outras condições. 

Para se ter uma ideia desse cenário, em 2020, o real foi a moeda com pior desempenho em comparação com 30 países, acumulando uma desvalorização de 40% frente ao dólar americano. 

Por isso, o investimento em dólar é procurado por investidores que desejam colocar parte de seus recursos fora do país, a fim de garantir mais segurança financeira e uma rentabilidade em dólares. 

Como funciona o investimento em dólar

Existem duas maneiras de investir em dólares: fazendo operações de compra e venda da moeda, ou aplicando o dinheiro em ativos baseados direta ou indiretamente em dólar.

Qualquer pessoa pode fazer um investimento em dólar, mas é recomendado buscar por opções que estejam alinhadas com o seu perfil de investidor (conservador, moderado ou arrojado), de acordo com a tolerância a riscos e objetivos financeiros. 

No caso da compra e venda, a rentabilidade acontece quando o investidor consegue comprar dólares em um momento de cotação mais baixa e vender quando a cotação cambial sobe.

Já a aplicação em ativos funciona de maneira semelhante aos investimentos feitos no Brasil, com o investimento em ações, títulos públicos ou fundos. 

Os 3 principais benefícios do investimento em dólar

Caderno de anotações, calculadora e cédulas de dinheiro
O investimento em dólar pode trazer diversos benefícios para quem realiza esse tipo de aplicação.

Fazer um investimento em dólar pode trazer excelentes vantagens para os brasileiros. Confira as 3 principais:

1. Proteção do patrimônio 

Ter uma reserva financeira em dólar, moeda forte e aceita mundialmente, é uma alternativa para manter o patrimônio seguro e se proteger contra períodos de instabilidade econômica no Brasil, independentemente de variações cambiais;

2. Diversificação 

Diversificar o portfólio é outra forma de se proteger contra riscos do mercado local, e ainda permite aproveitar os benefícios de investimentos em dólar mais rentáveis; 

3. Opções mais variadas 

A moeda americana coloca à disposição do investidor um número muito maior de aplicações entre as quais escolher, entre fundos de investimentos, títulos e as milhares de empresas com ações listadas nas bolsas de valores estadunidenses.

Até aqui você aprendeu o que é investimento em dólar, como ele funciona e conheceu as principais vantagens desse tipo de aplicação. A seguir, confira as opções que existem no mercado para os brasileiros! 

Opções de investimento em dólar para os brasileiros 

Confira quais são as principais opções disponíveis no mercado financeiro para quem deseja investir em dólares:

Comprar dólar em casa de câmbio

Adquirir dólares diretamente em uma casa de câmbio é uma maneira de investir nessa moeda. Nesse caso, o ideal é fazer a compra quando a cotação estiver em baixa

No entanto, essa opção não é uma forma eficiente de investimento, já que não se adequa bem a grandes valores e é preciso manter a posse do dinheiro físico. Além disso, o dólar utilizado para a operação é o turismo, ocasionando em uma transação mais cara. 

Investir em fundos cambiais

Os fundos cambiais são fundos de investimentos em que o dinheiro dos cotistas é alocado em moeda estrangeira, sendo possível escolher fundos que operam em dólar americano. 

Assim, o investidor não compra a moeda diretamente, deixando a parte de seu patrimônio alocada no fundo aos cuidados de um profissional especializado que faz a gestão dos investimentos do fundo cambial. 

Porém, ao optar por esse tipo de investimento, é preciso levar em consideração a cobrança da taxa de administração do fundo, que varia de acordo com a política de cada um. 

Minicontrato de dólar

O minicontrato de dólar é uma alternativa para quem tem interesse no mercado de contratos futuros, um formato de renda variável. Nesse caso, o processo é intermediado por uma corretora, e o investidor garante a compra ou venda do ativo em uma data futura com um preço pré-determinado, independente de valorizações ou desvalorizações. 

Também chamado de mini dólar, o minicontrato com fins de especulação funciona mais ou menos assim: se a cotação do dólar estiver a R$4,00 e o investidor esperar que haja uma alta para R$5,00 no futuro, ele pode comprar um minicontrato que garanta que ele possa adquirir o dólar a R$4,00 mesmo com a variação cambial, tendo um ganho de R$1,00 a cada dólar negociado. 

Como o lote do minicontrato é de US$10 mil, ao final do período, o investidor teria obtido uma rentabilidade de cerca de R$10.000,00, ou 25%. 

Essa aplicação é mais indicada para investidores com boa tolerância a risco e que tenham disponibilidade para acompanhar o mercado e monitorar as cotações, de forma a ter uma rentabilidade melhor. 

Fundo multimercado

Os fundos multimercados disponibilizam aos investidores uma carteira de investimentos composta por diferentes tipos de aplicações em dólar, como ações e títulos de renda fixa públicos e privados. 

Assim, essa opção costuma ser mais completa e ter um desempenho mais consistente do que os fundos cambiais, que se baseiam apenas nas operações de compra e venda de moeda. 

Apesar dos ganhos potencialmente mais elevados, os fundos multimercado são considerados uma opção mais arriscada, voltada para investidores de perfil agressivo ou arrojado.  

Ações na bolsa de valores americana

Também é possível fazer um investimento em dólar comprando ações diretamente nas bolsas de valores americanas, a NASDAQ e a New York Stock Exchange (NYSE)

Assim, o investidor pode adquirir ativos das principais companhias do mundo e obter rentabilidade em dólares. Também existe a possibilidade ETFs e BDRs, opções disponíveis na B3 e que replicam índices ou são atreladas a ativos internacionais.

Em ambos os casos, é preciso estudar bastante sobre o assunto de forma a investir em ações com segurança e evitar riscos

Cuidados necessários para realizar um investimento em dólar

Tela mostrando um gráfico
Como todas as aplicações, é necessário tomar alguns cuidados ao realizar um investimento em dólar.

Fazer um investimento em dólar é uma boa opção para brasileiros que querem segurança atrelada a uma boa rentabilidade, mas é preciso tomar alguns cuidados nesse processo. 

Primeiramente, é essencial saber avaliar com atenção os investimentos a serem feitos, considerando aspectos como a liquidez de cada aplicação e as tarifas e impostos que podem incidir sobre as operações. 

Assim, é possível evitar surpresas e prejuízos na hora do resgate do dinheiro investido em dólares. 

Também é importante conhecer o próprio perfil e os objetivos como investidor, e escolher os ativos com base na sua tolerância aos riscos, compondo a carteira de investimentos em dólares da forma mais adequada às expectativas. 

Agora que você já sabe quais são as opções de investimento em dólar, o caminho ideal para começar a fazer aplicações nessa moeda é por meio da abertura de uma conta internacional em dólar, o que facilita todo o processo de investimento.

A Nomad oferece uma conta corrente digital, baseada nos EUA, e com cobertura do fundo garantidor de depósitos (FDIC) do governo americano em até US$250 mil. Quer saber mais sobre as possibilidades que a Nomad oferece? Acesse o site! 

Be Nomad, Be Global!

Leave a Reply

quatro × três =