Se você está nesse conteúdo, certamente quer saber se investir nos EUA pode ajudá-lo a conseguir o Green Card, não é mesmo? A resposta é: sim, fazer investimentos nos Estados Unidos pode facilitar esse processo!

Para além de responder isso, vamos abordar como funciona, na prática, esse “visto de investidor”. Acompanhe!

O que é Green Card e qual a relação dele com investir nos EUA?

Oficialmente chamado de United States Permanent Resident Card (Cartão de Residência Permanente nos Estados Unidos), o  Green Card é a permissão de residência para um estrangeiro em todo o país Norte Americano. Ele pode ser obtido de diversas formas, inclusive por investir nos EUA. 

O Green Card concede diversos direitos ao cidadão que o consegue, como a residência, mas ele não permite o direito ao voto e nem o de eleger-se a cargo público, por exemplo.

Outra informação importante desta permissão é que ela não é vitalícia, sendo necessária a renovação da mesma a cada um período. Normalmente, de 10 em 10 anos.

Quem tem direito ao Green Card?

Existem, basicamente, 4 maneiras de se ter direito ao Green Card, elas são:

  • Ter um familiar (de preferência de primeiro grau) que já seja cidadão americano e possa patrocinar o seu visto;
  • Já possuir algum tipo de visto para os Estados Unidos que permita a solicitação do Green Card;
  • Casamento com um cidadão ou cidadã americano (a); ou
  • Ganhar o Green Card em uma loteria realizada, anualmente, nos EUA.

O que é Green Card Lottery?

Como dito acima, é possível ganhar um Green Card através de uma loteria anual. Esse sorteio é realizado pelo Departamento de Estado dos EUA e tem o propósito de possibilitar o visto de permanência no país para 50.000 pessoas.

No entanto, a Green Card Lottery é destinada para nativos de países que possuem uma baixa taxa de imigração para os Estados Unidos, o que já adiantamos, não é o caso do Brasil que já têm diversos imigrantes morando e trabalhando no território americano.

Principais tipos de vistos americano

Passaporte brasileiro
Se você está querendo um Green Card, investir nos EUA pode ser o caminho!

Os vistos não se resumem apenas em residência no exterior, já que existem diferentes objetivos para a solicitação de um. Por isso, acompanhe quais são os principais tipos de vistos americano e seus respectivos objetivos:

  • Visto americano de trabalho (H1-B): esse tipo é usado quando torna-se necessário transferir um empregado estrangeiro temporariamente – a duração máxima é de até 6 anos;  
  • Visto EB-2: é ofertado a profissionais com habilidades excepcionais;  
  • Visto americano L1-A: é oferecido a executivos e gestores de multinacionais, com validade inicial de 1 ano, mas prorrogável por mais 2 anos;  
  • Visto americano E-1 e E-2: esses tipos de vistos são destinados às pessoas jurídicas ou físicas que residem em um país que faz parte do Tratado de Comércio com os Estados Unidos. O primeiro é focado em investimentos no comércio internacional em seu próprio nome. Já o segundo, é voltado para investimentos de uma quantia substancial de capital em uma empresa americana;  
  • Visto EB-5: trata-se de um “visto de investidor” que  autoriza a residência permanente nos EUA. Abordaremos esse tipo de visto, detalhadamente, nos tópicos abaixo.

Demais tipos de vistos americano

Nome do visto Destinado para
B1 Negócios
B2 Turismo
C Trânsito
D Tripulantes
F Estudante acadêmico
J Intercâmbio
I Representantes de meios de comunicação
M Estudante vocacional
O Cidadãos com habilidades extraordinárias
P Atletas, artistas e profissionais do entretenimento
Q Programas de intercâmbio cultural
R Profissionais Religiosos
K Noiva/Noivo de cidadãos norte-americanos

Green Card e Cidadania Americana são a mesma coisa?

Já vimos o que é um green card e suas especificidades, mas você pode estar pensando se ele é a mesma coisa que cidadania americana. Não, a cidadania e green card são coisas distintas.

 A cidadania é concedida em três situações específicas: 

  • A primeira é quando uma estrangeira tem o seu filho nos Estados Unidos. Na constituição americana existe um conceito conhecido como jus solis, advindo do latim “direito da terra”. Por isso, qualquer indivíduo que nasça em solo americano torna-se cidadão norte-americano;
  • A segunda maneira de conseguir a cidadania americana é se naturalizar. É um processo longo e existem algumas especificações para tornar a cidadania possível para o solicitante. Como exemplo: permanecer nos EUA do início ao fim do processo e ter morado no país, de forma legal, por pelo menos 5 anos;
  • A última forma de conseguir a cidadania americana é se um dos pais for cidadão americano, isso é possível mesmo sem a pessoa ter nascido nos Estados Unidos.

Agora que você já sabe tudo sobre Green Card, o que acha de se aprofundar no visto EB-5? Confira, a seguir! 

O que é EB-5?

Hoje, o país Norte Americano conta com um programa de visto, conhecido como EB-5, que permite o investidor aplicar para residência no país quando investido US$ 900.000,00 (Novecentos mil dólares) em áreas de crise no país, que passam por um estresse econômico, ou regiões onde o desemprego esteja acima da média nacional. 

A segunda opção para quem deseja investir nos EUA, a fim de conseguir um Green Card é aplicar US$ 1.800.000,00 (Um milhão e oitocentos mil dólares) nas principais áreas do país, além de ter que gerar pelo menos 10 empregos no período de 2 anos.

O EB-5 é um programa específico para imigrantes que irão investir nos EUA, a fim de incentivar o fluxo de capital para a economia dos Estados Unidos e promover o emprego de trabalhadores Norte Americanos. 

Como parte do programa EB-5 para imigrantes, o investidor, seus cônjuges e filhos solteiros até 21 anos podem se candidatar a um Green Card. Este programa é um dos mais eficientes para se obter residência permanente nos Estados Unidos.

Como é o programa  EB-5?

Estatua da liberdade nos EUA
Ao investir nos EUA é possível ter acesso mais facilmente ao Green Card, já que as quantias aplicadas podem favorecer a economia norte americana.

O indivíduo interessado neste visto de investidor, antes de tudo, deve comprovar a licitude, ou veracidade, dos fundos disponíveis para investimento.

O imigrante pode escolher entre investir nos EUA em um negócio já existente, no qual o próximo passo é encontrar uma das empresas licenciadas pelo governo americano que captam esta forma de investimento (essa é a opção escolhida pela grande maioria).

A outra forma demanda um pouco mais de paciência no processo e comprovações de vários documentos: abrir sua própria empresa em solo americano.

Depois de ter investido o valor necessário em um negócio, sendo ele próprio ou uma empresa já existente, é solicitado o Green Card temporário. Este processo leva em torno de 24 meses para brasileiros.

A próxima etapa é com o governo americano, que entra em análise de dois fatores: se o valor investido foi realmente aplicado no projeto selecionado e se, nesse tempo (24 meses), gerou pelo menos 10 empregos. Caso seja positivo para esta análise, o investidor recebe o direito de solicitar o Green Card permanente, tornando-se, assim, imigrante legal no país Norte Americano.

É seguro investir nos EUA morando no Brasil?

Sim, é seguro investir nos EUA morando no Brasil, mas para assegurar seu patrimônio é essencial escolher a instituição certa para realizar esses investimentos. 

Gostou de aprender como investir nos EUA pode te ajudar a conseguir o seu Green Card? Então, confira outros artigos do nosso blog que podem te interessar:

Be Nomad, Be Global

Leave a Reply

20 − três =