Percentual do IOF:
Câmbio
Seguro
Cartão de crédito, empréstimo e financiamento
Títulos e fundos Imobiliários

O IOF — Imposto sobre Operações Financeiras — é um imposto federal cobrado sobre as transações financeiras realizadas tanto por pessoas físicas quanto jurídicas, sendo elas crédito, câmbio e seguros. O IOF também está presente em qualquer operação titular e de valores imobiliários, como bolsa de valores ou fundo imobiliário.

A cada operação é cobrada uma taxa, reconhecida como recolhimento proporcional aos investimentos. A porcentagem pode ser modificada a qualquer instante, sem necessidade de passar pelo Congresso Nacional, facilitando o controle das transações pelo governo.

Porcentagens IOF

As porcentagens cobradas do IOF mudam de acordo com a natureza das operações.

Câmbio: Na compra de moeda estrangeira, ela varia entre 0,38% e 1,1%. Já no uso do cartão de crédito internacional, é cobrado 6,38% sobre o valor.

Ponto importante: a partir de Março/ 2020, segundo a Veja, as compras feitas em moeda estrangeira com cartão de crédito devem vir na fatura com o valor equivalente em reais do dia em foram realizadas e não mais no fechamento da fatura. Com isso os bancos serão obrigados a oferecer a opção de utilizar a taxa de câmbio do dia do respectivo gasto.

Seguro: O valor cobrado vai de, mais ou menos, 7,38% até 25%.

Cartão de crédito, empréstimo e financiamento: É cobrado 0,38%, com um limite de 3%.

Títulos e fundos Imobiliários: 1,5% ao dia.

Agora muitas pessoas se perguntam para onde vai esse Imposto recolhido. O IOF não está atrelado a uma atividade única de contraprestação de serviço pelo Estado. É somente mais um imposto administrado pelo Governo Federal que após arrecadado, seu destino é decidido pelo poder Legislativo por meio de uma votação.

Quer saber mais sobre nós? Nos siga no nosso canal do Instagram NomadGlobalApp e fique por dentro de dicas e novidades para você explorar o mundo da sua maneira.

Be Nomad, Be Global

Voltar ao início
Ir para Nomad Blog

Leave a Reply

dois × 3 =